News Health/Medical Riscos de Contaminação Cruzada em Eletrodomésticos: O Caso da Air Fryer
0
Eletrodoméstico

Published :

Riscos de Contaminação Cruzada em Eletrodomésticos: O Caso da Air Fryer

As fritadeiras elétricas, popularmente conhecidas como "Air Fryer", oferecem praticidade no preparo de refeições diárias e são consideradas aliadas de uma alimentação saudável por dispensarem o uso de óleo. No entanto, especialistas alertam que a falta de higienização adequada desse eletrodoméstico pode trazer riscos à saúde.

Contaminação Cruzada e Alérgenos

Reutilizar a Air Fryer sem a devida higienização aumenta o risco de contaminação cruzada dos alimentos. Essa contaminação ocorre quando contaminantes físicos, químicos ou biológicos prejudiciais à saúde humana são transferidos acidentalmente, direta ou indiretamente, para os alimentos. Microrganismos como vírus, bactérias e parasitas estão presentes em várias superfícies, incluindo os próprios alimentos e a pele humana.

A intoxicação alimentar resulta da ingestão de alimentos nos quais cresceram bactérias ou outros organismos que produziram toxinas prejudiciais à saúde. Bactérias como Salmonella, Shiguella, Escherichia coli, Clostridium e Staphilococcus estão frequentemente envolvidas nesse tipo de contaminação.

Além disso, a reutilização da Air Fryer sem higienização adequada aumenta o risco de contato com alimentos alérgenos, causando alergias alimentares. Proteínas alimentares presentes em qualquer alimento podem desencadear respostas exageradas do sistema de defesa do corpo.

Sintomas de Intoxicação Alimentar

Os principais sinais de alerta para intoxicação alimentar incluem febre, calafrios, dor no corpo, náuseas, vômitos, cólicas abdominais, flatulência e diarreia.

Portanto, é fundamental higienizar corretamente a Air Fryer e as mãos de quem manipula os alimentos para evitar esses riscos à saúde.

  • Reactions

    0
    0
    0
    0
    0
    0

    Your email address will not be published. Required fields are marked *