News Sci/Tech Tartaruga Gigante Amazônica: Alimento para Humanos?
0
Tartaruga-gigante

Published :

Tartaruga Gigante Amazônica: Alimento para Humanos?

Por Pedro Morani

Publicado em 15/03/2024 | Atualizado em 18/03/2024 às 15:05

Um vestígio fóssil da agora denominada tartaruga gigante amazônica, a Peltocephalus maturin, foi descoberto no Rio Madeira, em Rondônia (RO), por volta de 2015. Com a participação de pesquisadores de diferentes países, incluindo universidades brasileiras e a USP, iniciou-se o processo de identificação do animal, com tamanho estimado entre 1,8 e 2 metros.

Uma História de Dimensões Impressionantes

A primeira hipótese foi de que o fóssil pertencesse à Stupendemys, a maior tartaruga de água doce que já existiu, vivendo durante o Mioceno, há cerca de 25 milhões de anos. No entanto, análises detalhadas revelaram diferenças significativas entre as mandíbulas da Peltocephalus maturin e da Stupendemys.

Convivendo com Humanos

A datação do fóssil apontou para uma idade entre 14 e 9 mil anos. Essa proximidade geológica sugere que a Peltocephalus maturin pode ter convivido com os povos que habitavam a região nesse período. Além disso, análises geoquímicas foram realizadas para verificar a confiabilidade da datação.

Detalhes do Fóssil

O dentário, com impressionantes 27 cm de comprimento, foi analisado de maneira não convencional. Por ser a parte mais dura e menos porosa do esqueleto, o esmalte dentário foi escolhido para análise. Essa descoberta lança luz sobre a possível relação entre a Peltocephalus maturin e os seres humanos na Amazônia pré-histórica.

Texto: Pedro Morani

Arte: Joyce Tenório

  • Reactions

    0
    0
    0
    0
    0
    0

    Your email address will not be published. Required fields are marked *